Início    Como chegar    Contactos    Mapa do Website  

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Manuel Francisco de Moura Tavares
Categorias Feira do Cavalo | 12 de Outubro de 2011
Manuel Francisco de Moura Tavares
Manuel Francisco de Moura Tavares

Ao Meu Amigo Senhor Manuel Francisco de Moura Tavares:

Foi com enorme alegria que aceitei escrever algumas palavras sobre o meu Saudoso Amigo, Senhor Manuel Francisco de Moura Tavares.

Poucas pessoas saberão que o meu contato com a Família Romão Tavares se iniciou em 1991 e nada teve que ver com cavalos. Nessa época eu trabalhava na então designada Estação de Seleção e Reprodução Animal do audemars piguet royal oak offshore grand prix replica Baixo Alentejo na testagem de crescimentos de borregos candidatos a reprodutores da Raça Ovina Merino Branco. Recebíamos os borregos de todo o Alentejo para esta testagem.

Recordo-me perfeitamente da receção dos 1ºs animais do Sr. Manuel Tavares. iwc replica watches Foram trazidos pelo seu filho Jaime e por um amigo, o José Gouveia. O Jaime explicou que aqueles animais nunca antes tinham comido concentrado e que não sabia muito bem como se adaptariam a um regime alimentar tão intensivo.

Recordo-me que o animal com melhor crescimento individual, assim como o melhor grupo foram os aprovados deste lote do Sr. Manuel Tavares.

Acrescento que graças a este contato tive o privilégio de iniciar quer com a Família Tavares quer com a Família Gouveia algumas das minhas melhores Amizades e relacionamento profissional, para além da colaboração que permitiu a minha melhor fase como cavaleiro ligado à competição.

O Senhor Manuel Tavares colecionou troféus regionais, nacionais e alguns internacionais, orgulhosa e muito dignamente expostos na sala de troféus da Herdade da D'Agosto, que o distinguiram como criador de praticamente todas as espécies de interesse pecuário exploradas no Alentejo: Suínos Alentejanos, Ovinos Merino Branco, Bovinos Alentejanos e, é claro, de cavalos Lusitanos.

Efetivamente, com a experiência que os anos nos vão conferindo, estou convencido que o Sr. Manuel Tavares tinha uma genialidade na criação de animais ao alcance de bem poucos. Parece-me que os Génios de qualquer atividade têm como que uma espécie de circuitos mentais com "by-pass" que lhes evitam as nossas dificuldades de "comuns mortais" nesse mesmo tema.

Os que conheciam de perto o Sr. Manuel Tavares e tiveram a sorte de poder conviver com a sua rotina diária no campo presenciaram seguramente as mais diversas situações em que, como que por magia, todos os animais o seguiam e se deixavam acariciar numa "entrega" inexplicável: cães de caça e de guarda, toiros Alentejanos sementais, vacas, éguas e poldros, ovelhas e até as galinhas.

O Sr. Manuel Tavares era completamente obcecado pela seleção! As histórias relacionadas são inúmeras e reveladoras do seu carácter. Não resisto a abreviar duas delas:

  1. Pediram-lhe a determinada altura alguns amigos que criasse pombos para praticarem tiro (na época ainda era permitido). Num dos dias em que foi necessário "enjaular" algumas aves para a prática, depois de entrar no pombal, parou e comentou:

-- Já viu? Já são todos iguais!

  1. Regressava eu do Brasil com uma oferta endereçada ao Sr. Manuel Tavares de um Livro de um importante Criador de Lusitanos local. Esse livro relatava que o mencionado criador mantinha separadamente as diferentes linhas reconhecidas na Raça Lusitana. O livro era cheio de belas e ricas ilustrações, assim como de importantes testemunhos. No dia seguinte à entrega da encomenda indaguei sobre a obra e a resposta foi:

-- Não entendo! Ele quer fazer o mesmo que os outros fizeram e isso é impossível uma vez que não saberá como seleccionaram e, para além disso, nem tem o seu próprio objetivo!

 Recordo estas duas histórias e pergunto-me quantos criadores de hoje se conseguirão rever nelas?

Tive, como será do conhecimento de muitos, formação académica pela licenciatura em Engenharia Zootécnica. Fiz alguma formação como Juiz de morfologia e de andamentos em cavalos. A pessoa que mais claramente me transmitiu as ideias de como apreciar os aprumos, qualidades e defeitos de membros foi, sem margem para erros, o Sr. Manuel Tavares. Em todas as situações que me ajudou a analisar viu, sistemática e mais profundamente que eu próprio, assim como com uma exigência superior.

Desbastei no Centro Hípico de Portalegre de 1995 a 2003, enquanto lá estive, todas as poldras e poldros que a Coudelaria Romão Tavares pretendia usar em reprodução. O Sr. Manuel Tavares sempre assistiu aos momentos importantes de todos eles para os avaliar pessoalmente e nunca foi necessário prevenir dos horários de trabalho. Os seus comentários versavam obrigatoriamente sobre as apreciações morfológicas e na parte funcional privilegiava a facilidade para o cavalo trabalhar descontraído, perdoava os trotes pobres, mas era intransigente na qualidade do galope que defendia ser característica intrínseca e definidora da Raça Lusitana.

Fui Campeão da Europa de Equitação de Trabalho individualmente e por equipas com dois garanhões da casa: o Hortelão (hoje propriedade da FAR) e o Ibérico. Apenas por equipas com o Manilha, ferro Romão Tavares e propriedade do Eng.º José Aníbal Pestana e dos Irmãos Fragoso de Almeida. Muito obrigado pela oportunidade!

Termino esta minha singela homenagem manifestando a todos a minha Saudade deste Amigo! Que tenhamos Nós, sua Família e Amigos, a capacidade de honrar o seu legado e o seu nome!

Bento Castelhano

Vila Nova de S. Bento, 15/MAI/2011

 
Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo
Fotografias
X Feira do Cavalo de Ponte de Lima
 
X Feira do Cavalo de Ponte de Lima
IX Feira do Cavalo de Ponte de Lima
 
IX Feira do Cavalo de Ponte de Lima
VIII Feira do Cavalo de Ponte de Lima
 
VIII Feira do Cavalo de Ponte de Lima
Mais Fotografias »

Notícias via Email

Coloque o seu email:

Feira do Cavalo de Ponte de Lima | 2010. Todos os Direitos Reservados. : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :